CVD Imoveis, Imobiliária, casas, apartamentos, terrenos à venda, aluguel temporada, aluguel anual, Jurerê, Jurerê Internacional, Florianópolis – SC
CRECI 4291J
+55 (48) 4104 2958
Informações Gerais
Quartos
0
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
Garagens
0
1
2
3
4
5
6
7
8
10
12
20
Banheiros
0
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
Código não encontrado
  • Praia Mole | Florianópolis

Praia Mole

Surf. Paquera. Agito. Esporte. Esse é o espírito que parece envolver a Praia Mole e os seus frequentadores. Lugar de badalação, corpos atléticos, geração saúde e galera jovem. Os praticantes de parapente aproveitam as encostas como rampa de decolagem. O lado esquerdo, em direção ao costão norte, é considerado o point da paquera GLBT. O carnaval também é famoso, com festa rolando sem parar.
Há bares por toda a orla; alguns têm música ao vivo. O melhor é que nem precisa estar nas dependências do bar para curtir o som da banda ou DJ, ali mesmo com o pé na areia dá para ouvir e até fazer os pedidos do cardápio. No verão, um suco natural, uma tigela de açaí ou uma cerveja bem gelada aliviam o calor do sol. No inverno, é legal caminhar e curtir a praia, isso em dias que não bate o vento sul. O surfe é perfeito o ano todo.
A Praia Mole é considerada uma das praias mais perigosas, recebendo muitas ocorrências de arrastamento e afogamento. Pelo perigo da praia, foi instalado um dos postos Salva-Vidas mais bem equipados da Ilha.
Pelas suas características naturais, a Mole, assim como a Joaquina, é a sede de etapas de campeonato de surf e de outros esportes náuticos. As famílias que pretendem curtir a praia com crianças devem ter cuidado redobrado. Além das fortes ondas causadas pelo mar aberto, a Mole tem características de tombo, ou seja, a profundidade aumenta abruptamente após alguns passos em direção ao mar.
Por estar à beira da Rodovia SC-406, é mais complicado receber ônibus de turismo. Para chegar até a praia é necessário caminhar por uma pequena trilha. Os estacionamentos são em terreno próximos, geralmente em meio às árvores, e são cobrados.

Características Naturais da Praia Mole

A praia tem uma extensão de 960m, começando no costão ao Norte da Ponta do Gravatá e terminando na Ponta do Meio. A faixa de areia tem uma largura média de 10 a 75m. A areia é fofa e com granulometria grossa. A água é cristalina, fria e límpida. Toda a praia é contornada por vegetação rasteira com pequenos arbustos.
O mar é forte, bravo e traiçoeiro. Aberta para o Oceano Atlântico, a praia é de tombo, ou seja, logo após a zona de varrido, a profundidade pode aumentar abruptamente. Isso acontece por que o relevo do fundo possui grande inclinação.
As ondas são fortes e longas, predominantemente do tipo mergulhantes (caixote), podendo levar os banhistas mar adentro ou para o fundo; mesmo estando na parte rasa. Um pouco antes e durante a maré alta (luas nova e cheia), percebe-se bem o repuxo, outra peculiaridade deste tipo de praia e que também deixa o banho de mar bem perigoso.

História da Praia Mole

A antiga Praia do Retiro da Lagoa ou Praia Mole é hoje uma das praias mais preservadas da Costa Leste. Andando pelas suas areias não fica difícil imaginar a origem do nome. Ao pisar o pé afunda, ‘quase’ como uma areia movediça. Os pescadores chamam de “chão mole”. Daí o nome da praia.
Até os anos 80, a Praia Mole era deserta, frequentada apenas por alguns surfistas em busca de altas ondas. Um complexo hoteleiro instalado no local começou a movimentar turisticamente a praia. Tornando-a um point dos jovens em busca de festa e azaração.